Categoria: Literatura estrangeira

Os fatos, de Philip Roth

Há pouco mais de dois anos foi lançado, aqui no Brasil, o livro “Roth Libertado – O escritor e seus livros”, de Claudia Roth Pierpont, uma biografia de Philip Roth. Elogiadíssimo nos Estados Unidos, o trabalho de Claudia Pierpont (que, apesar do sobrenome do meio, não tem nenhum parentesco com o biografado) é um prato

O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger

O que escrever sobre um clássico? Já não disseram tudo sobre ele? Bem, na verdade, não. Afinal, não existem leituras iguais. Milhões de pessoas leram “O apanhador no campo de centeio” (trad. de Álvaro Alencar, Antônio Rocha e Jório Dauster), e cada uma dessas milhões de pessoas fez uma leitura diferente. No meu caso, a

Fluam, minhas lágrimas, disse o policial, de Philip K. Dick

“Fluam, minhas lágrimas, emanem da fonte!/ Deixem-me, para sempre exilado, a lamentar;/ Onde canta sua infâmia a ave negra e triste,/ Deixem-me viver com meu pesar.” (Philip K. Dick) Jason Taverner é um famoso cantor e apresentador de tevê que vive em Los Angeles. Certo dia (certa noite, na verdade), após a exibição de mais

Ironweed, de William Kennedy

Publicado nos Estados Unidos em 1983, “Ironweed” (Cosac Naify, 272 págs., R$ 59,00, trad. de Sergio Flaksman), de William Kennedy, foi o romance que catapultou o autor para a glória literária. Além de ser o vencedor do Prêmio Pulitzer de 1984 na categoria ficção, o livro foi adaptado para o cinema sob a direção de