O conto perdido – e agora encontrado – de Fitzgerald

American novelist Francis Scott Key Fitzgerald (1896-1940).  (Photo by Time Life Pictures/Mansell/The LIFE Picture Collection/Getty Images)

American novelist Francis Scott Key Fitzgerald (1896-1940). (Photo by Time Life Pictures/Mansell/The LIFE Picture Collection/Getty Images)

A nova edição da revista literária The Strand Magazine, que sai a cada três meses, traz um conto inédito do escritor norte-americano F. Scott Fitzgerald. (Para quem não conhece, Scott – ou ainda “o Fitz”, para os íntimos – foi um dos maiores escritores do século XX. Ele escreveu um dos principais romances da literatura norte-americana, “O grande Gatsby”, e contos que são também obras-primas, como “O diamante do tamanho do Ritz”.)

Escrito em 1939, um ano antes da morte de Fitz, “Temperature” tem ingredientes autobiográficos: o protagonista é um escritor alcoólatra diagnosticado com problemas no coração – Fitzgerald teve graves problemas com o álcool e morreu em 1940 de um ataque cardíaco.

Pesquisadores da obra de Fitzgerald sabiam da existência de “Temperature”, mas o consideravam perdido. A história de 8 mil palavras foi encontrada por acaso, quando Andrew F. Gulli, editor da The Strand Magazine, fazia pesquisas nos arquivos do autor que estão sob tutela da universidade de Princeton, nos Estados Unidos.

De acordo com notícia da Associated Press, aqui via Chicago Tribune, “Temperature” é uma história de “fracasso, doença e declínio” e “a narrativa é conscientemente cinematográfica”.

O dólar está nas alturas, mas é possível fazer a encomenda da revista clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *